Instituto Alfa e Beto cria um novo software de tabuada para alunos do Ensino Fundamental

580
Instituto Alfa e Beto

O Instituto Alfa e Beto criou este ano uma nova forma de se aprender a fazer contas, desenvolvendo um software para o ensino da tabuada. O software foi submetido a um rigoroso teste e os resultados foram surpreendentes.

O programa, instalado em tablets, utiliza recursos lúdicos para aprendizagem da tabuada, tornando-a mais fácil e divertida para os alunos.

Despertar o gosto de aprender a tabuada é fundamental para que o aprendizado não se torne algo mecânico e desgastante.

Embora o ensino da tabuada tenha sido relegado ao esquecimento, no Brasil, o seu domínio é fundamental para que o aluno possa adquirir noções mais avançadas de matemática e realizar inúmeras atividades.

De acordo com o Presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Araujo e Oliveira, a memorização dos fatos fundamentais, por sua vez, libera o cérebro para poder realizar outras tarefas diante de um problema da aritmética.

“No mundo real, apesar da existência das calculadoras, fazer cálculos precisos com pequenos números é habilidade essencial para o dia a dia. E, para fazer estimativas, é preciso conhecer as ordens de grandeza – o que se aprende com um bom domínio da tabuada” – declarou João Batista.

O teste ocorreu em três municípios: Caculé (BA), Arcoverde (PE) e Bom Jesus (PI).

Em cada município, duas escolas foram selecionadas aleatoriamente para receber um tablet com o software e dentro de cada escola, uma turma de cada ano (1º, 2º e 3º) foi selecionada também de forma aleatória para receber o dispositivo.

Duas escolas, de cada município, também foram selecionadas aleatoriamente para pertencer ao grupo de controle, ou seja, foram avaliados o conhecimento de matemática dos alunos, mas estes não receberam os tablets com o software.

De acordo com o presidente do Instituto, João Batista Araujo e Oliveira, os efeitos do software de tabuada sobre o aprendizado de matemática são fantásticos – “Todos os alunos das turmas selecionadas brincaram com o software e fizeram um teste, em setembro, antes de começarem a usá-lo, inclusive as crianças que faziam parte do grupo de controle”.

Os alunos passaram por questões com contas de adição, subtração, multiplicação e divisão, ressaltando que os alunos do 1º ano do Ensino Fundamental foram orientados a fazer apenas as questões de adição e subtração.

Durante quase três meses as crianças utilizaram o software de tabuada e no final do ano letivo, os alunos realizaram novamente o teste de matemática, contendo exatamente as mesmas contas.

No primeiro teste – antes do início do uso do software – a média de acerto para o grupo de tratamento foi de 34,4% e para o grupo de controle, de 32,7%. E no final do ano letivo, as crianças realizaram novamente o mesmo teste de matemática aplicado anteriormente.

Foi verificado que após o uso do tablet com o software, a média de acertos do grupo de tratamento foi de 52,9% e do grupo de controle, 40,2%.

Ou seja, a melhora na taxa de acerto foi 11 pontos percentuais maior para o grupo de tratamento, uma evidência que pode ser atribuída ao uso do software.

De acordo com João Batista, os resultados são preliminares e ainda podem mudar em função das análises estatísticas que serão realizadas nas próximas semanas – “Embora preliminares, os dados foram surpreendentes, declarou o professor”.

Faça o download aqui: Play Store / Apple Store