“A fluência de leitura deve ser trabalhada desde cedo, com os pais lendo para a criança”, diz João Batista Oliveira no segundo vídeo da série sobre “Fluência de Leitura”

895
conabe

No segundo vídeo da série sobre “Fluência de Leitura”, João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, comenta sobre as séries escolares em que o tema da fluência de leitura deve ser trabalhado. “Isso deve começar desde cedo, com os pais lendo para a criança. Passado o processo de alfabetização e a consolidação sobretudo no segundo ano, é preciso que haja uma continuidade do processo ao longo dos anos. Pelo menos até o sexto ano”, explica.

No vídeo, João Batista também aborda a questão dos testes padronizados. Para ele, os testes de fluência de leitura precisam avaliar a quantidade de palavras por minuto que o aluno lê, a prosódia (entonação ao falar) e a quantidade de erros durante a leitura.

O especialista lembra, ainda, que o Instituto Alfa e Beto tem livros que foram desenvolvidos para auxiliar os alunos a desenvolver a fluência de leitura: “O Instituto Alfa e Beto tem livros específicos chamados livros decodificáveis, que têm como função específica o desenvolvimento da fluência de leitura. Esse desenvolvimento é um exercício bastante lento, que exige bastante repetição e treinamento ao longo do tempo”, acrescenta o professor João Batista Oliveira.

Assista ao segundo vídeo da série clicando aqui.

Já o primeiro vídeo desta série pode ser visto aqui.