Município de Guaraciaba do Norte (CE) utiliza material do Instituto Alfa e Beto para Ensino à Distância durante quarentena

Escolas estão utilizando os minilivros desenvolvidos pela Alfa e Beto Soluções para desenvolver a fluência de leitura dos alunos em meio à pandemia do coronavírus.

977
EAD

Parceiro do Instituto Alfa e Beto há 12 anos, o município cearense de Guaraciaba do Norte adotou estratégias para atenuar os efeitos causados pelo fechamento das escolas devido à quarentena relacionada à pandemia do coronavírus. Localizado na Serra de Ibiapaba e distante 300 km da capital Fortaleza, a cidade obteve um índice de alfabetização de 90% em 2019. Com o objetivo de continuar com bons resultados na área de educação, a cidade acolheu a orientação do professor João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, e vem utilizando todos os meios disponíveis para manter o contato entre as escolas – por meio dos diretores, professores, coordenadores pedagógicos – e as famílias (alunos e seus responsáveis).

A coordenadora pedagógica da Escola João Barreto dos Santos, Perácia Candeia Gomes de Souza, explica como as escolas de Guaraciaba do Norte estão se adaptando a essa nova realidade de afastamento entre as professoras e os alunos: “Precisamos nos reinventar e utilizar todas as tecnologias disponíveis. Aqui na escola, as professoras enviam a tarefa baseada nos minilivros da Alfa e Beto para os alunos por meio de grupos do WhatsApp com os pais. Depois, os responsáveis fazem um vídeo com as crianças lendo, e então as professoras corrigem e avaliam a fluência de leitura”, explica.

Desenvolvido pela Alfa e Beto Soluções, o objetivo dos minilivros é desenvolver a fluência de leitura – o aluno deve ler de maneira correta, com a velocidade e entonação adequadas. Ana Maria Oliveira Gomes, professora do 2º ano do Ensino Fundamental da mesma escola, avalia que estão sendo obtidos bons resultados mesmo com a situação adversa: “Enviamos atividades para os alunos fazerem em casa e acompanhamos. Estamos trabalhando com o livro de grafismo do Instituto Alfa e Beto e também com os minilivros, por meio de fotos. Assim, as crianças copiam e fazem a leitura com o auxílio dos pais. Também estamos enviando atividades de produção de texto e ditado de palavras. O resultado aqui na escola está sendo ótimo, está dando tudo certo”, avalia.

A coordenadora pedagógica da Escola Santo Antônio dos Camelos, Antônia Franciana de Oliveira, conta que as redes sociais estão sendo usadas para realizar atividades avaliativas, de leitura e produção de texto. “Estamos conseguindo realizar as atividades com as crianças, sempre com o apoio dos pais. Eles nos enviam vídeos nos quais os alunos leem o caderno de leitura e os minilivros da Alfa e Beto. Os professores acompanham todo o processo e fazem as correções. O resultado está sendo maravilhoso”, comemora a coordenadora.

Assista abaixo um vídeo com os alunos utilizando o material do Instituto Alfa e Beto