Município de Jequiá da Praia (AL) mobiliza pais e professores para manter o aprendizado dos alunos em meio à pandemia de covid-19

Cidade está entregando material didático na casa dos alunos e realizando vídeo-aulas para manter o contato entre famílias e escolas.

665
jequiá da praia

Localizada no sul do estado de Alagoas, a cidade de Jequiá da Praia está realizando uma série de ações com o objetivo de atenuar os prejuízos à aprendizagem dos alunos de sua rede de ensino em meio ao fechamento das escolas por tempo indeterminado devido à pandemia de convid-19. Uma das iniciativas da Secretaria Municipal de Educação foi a utilização de ferramentas tecnológicas como a criação de grupos de WhatsApp entre pais e professores, e também o uso de vídeo-aulas onde os professores enviam atividades e avaliam o progresso dos alunos de maneira remota.

Lilian Karla do Nascimento Silva, coordenadora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, explica que o trabalho dos professores tem sido fundamental nesse momento difícil: “A atuação dos nossos docentes está sendo decisiva. Toda semana eles enviam exercícios para as crianças por meio do celular. Montamos um cronograma focado em Português e Matemática, e todos estão colaborando. Mesmo com o distanciamento, o trabalho está acontecendo”, comemora. Um dos parceiros da cidade no esforço para dar continuidade à rotina pedagógica nesses tempos desafiadores, o Instituto Alfa e Beto está colaborando com materiais didáticos e suporte à rede de ensino.

Jequiá da Praia também está contando com o auxílio dos pais e responsáveis para manter a aprendizagem dos alunos. De acordo com Jusseran Cavalcante de Souza, coordenador pedagógico da Escola Municipal de Educação Básica Manoel Cotias de Jesus, o apoio em casa é fundamental para que a cidade mantenha os bons índices de educação: “A experiência com o ensino remoto tem sido muito boa. Os professores estão integrados à comunidade, e isso ajuda muito. Os pais estão ajudando, principalmente na questão da alfabetização dos alunos menores. Todos os profissionais de educação da cidade sempre contribuíram muito para que o município atingisse o segundo lugar no estado de Alagoas na avaliação do Ideb para séries iniciais”, diz.

Um dos grandes desafios de Jequiá da Praia para a manutenção do contato entre a escola os alunos é o difícil acesso em alguns povoados mais distantes. A gestora da Escola Municipal de Educação José Calazans de Medeiros, Maria Lucicleide da Silva, explica que pais e professores estão colaborando para a manutenção do aprendizado mesmo nas áreas mais remotas: “Criamos um projeto chamado Estudando Em Casa. Professores e pais se encontram na escola semanalmente utilizando máscaras. Os professores entregam as tarefas, o cronograma e os livros para os pais”, explica.

Já o professor José Wellisson dos Santos das Chagas, do quarto ano da escola Eutíquio Quintela Cavalcante, no Povoado de Lagoa Azeda, desenvolveu uma estratégia para incentivar os pais e alunos a manter as atividades em casa: “Elaborei um cartaz e vou colocando uma estrelinha para cada aluno que realiza uma atividade naquela semana. Além disso, para ajudar na organização das atividades, no início da semana sempre posto no grupo de WhatsApp um cronograma com tudo aquilo que veremos nos próximos dias”, comenta José Wellison.

Além das estratégias para manter a rotina pedagógica dos alunos, Jequiá da Praia já está pensando na organização do retorno às aulas presenciais assim que for possível. Sarah Silva de Lima Almeida, coordenadora pedagógica na Escola municipal de Educação Básica Benedito Coutinho, diz que é preciso realizar um diagnóstico da situação de cada aluno para que a volta às aulas seja feita da melhor maneira possível: “Com a orientação da Secretaria Municipal de Educação, estamos traçando estratégias para o retorno. Devemos fazer um diagnóstico e analisar bem a situação. Precisamos saber como está cada aluno e ver como nivelar a turma, principalmente na alfabetização. Estou acompanhando de perto, ouvindo os professores para entender como ajudar da melhor forma”, conta.