“Melhor prorrogar a regra atual por algum tempo para avaliar e propor, com base na evidência, uma reforma voltada para o aprendizado”, diz Marcos Lisboa, em artigo na Folha de S. Paulo sobre o Fundeb

Em seu artigo, Lisboa diz que “nossa política educacional ainda ignora a pesquisa minuciosa sobre os fatores associados à melhora do aprendizado".

415
Fundeb

A Folha de S. Paulo publicou neste domingo, 19 de julho, um artigo do economista Marcos Lisboa, Presidente do Insper e ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda (2003-2005), sobre o Fundeb. A Câmara dos Deputados deve votar hoje, 20 de julho, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 15/15, que teve como relatora a deputada Professora Dorinha (DEM-TO).

Em seu artigo, Lisboa diz que “nossa política educacional ainda ignora a pesquisa minuciosa sobre os fatores associados à melhora do aprendizado. (…) Grupos organizados costumam defender apenas o aumento dos gastos com educação, sobretudo de salários, apesar do seu frustrante impacto sobre o aprendizado. (…) Delibera-se sobre a política educacional com base em opiniões, sem considerar as evidências”.

No texto, são citados dois relatórios produzidos a partir de seminários sobre o Fundeb realizados na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, além do artigo “O Fundeb e a questão da equidade”, de autoria de João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, e dos pesquisadores Guilherme Hirata e Lucas Melo, da consultoria IDados.

“A proposta do novo Fundeb amplia e constitucionaliza velhos problemas, analisados por Oliveira (2019, volumes 1 e 2) e Hirata, Melo e Oliveira (2000). (…) Melhor prorrogar a regra atual por algum tempo para avaliar e propor, com base na evidência, uma reforma voltada para o aprendizado. Temos exemplos de cidades pobres que zelam pela gestão do ensino e conseguem resultados surpreendentes, bem melhores do que regiões ricas”, escreve Lisboa, para quem “aprender com as boas práticas e cuidar dos alunos parece fora da agenda da educação”.

Ainda sobre o Fundeb, leia também:

Artigo publicado pelo professor João Batista Oliveira no blog “Educação em Evidência, na Veja: FUNDEB na linha do pênalti

. Relatórios dos seminários “Financiamento da educação básica no Brasil”, realizados na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, por iniciativa do Deputado Gastão Vieira (PROS-MA):

CICLO DE SEMINÁRIOS FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL VOLUME I CICLO DE SEMINÁRIOS FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL VOLUME II

. Vídeo em que o presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Oliveira, comenta os seminários “Financiamento da educação básica no Brasil”, realizados na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, por iniciativa do Deputado Gastão Vieira (PROS-MA): Seminário sobre o Fundeb (Vídeo)

. Artigos do professor João Batista Oliveira publicados em alguns jornais do país:

O Estado de S. Paulo: João Batista Oliveira no jornal O Estado de S. Paulo: “Fundeb, entre o princípio do prazer e o princípio da realidade”

Folha de S. Paulo: Em artigo publicado na Folha de S. Paulo no último domingo, João Batista Oliveira comenta sobre o Fundeb e os desafios do financiamento da educação

O Globo: https://www.alfaebeto.org.br/2019/07/08/jornal-o-globo-financiamento-educacao/

Valor Econômico: Novos horizontes para a educação: João Batista Oliveira em artigo no Valor Econômico

Gazeta do Povo: Em artigo no jornal Gazeta do Povo, João Batista Oliveira apresenta propostas para o futuro do FUNDEB

. Relatório “Para desatar os nós da educação – uma nova agenda”, que também aborda a questão do financiamento da educação básica:

Relatório “Para desatar os nós da educação – uma nova agenda” será apresentado nesta terça, 10/09, em evento no Insper, em São Paulo