Conheça os protagonistas do Programa Alfa e Beto na TV

188

Alfabetizar em sala de aula não é uma tarefa fácil e exige preparo por parte dos professores. Afinal, as crianças, até então acostumadas com a oralidade, iniciam um processo de aprendizagem de um código complexo – no caso, o código alfabético. Alfabetizar pela TV, então, é um desafio bem maior, que pode ser contornado com recursos cênicos e lúdicos, como, por exemplo, o uso de bonecos para representar os alunos. É o que faz o Programa Alfa e Beto na TV. Vamos conhecer melhor o papel dos seus protagonistas?

​Os protagonistas são os bonecos fantoches Alfa e Beto, que contracenam com a professora de Língua Portuguesa (Alfabetização), interpretada pela atriz Aline Borges; e os bonecos Gama e Delta, que contracenam com o professor de Matemática interpretado pelo ator Eduardo Fraga. Ainda há uma “voz” que participa com intervenções eventuais.

De acordo com o presidente do Instituto Alfa e Beto e idealizador do programa, professor João Batista Oliveira, os atores-professores têm um papel central. São eles que conduzem as atividades com firmeza, esclarecem dúvidas e estimulam a participação das crianças em casa e dos bonecos com que contracenam. São atentos, alegres e participam das brincadeiras sem perder o controle da situação. Ilustram e modelam um vasto elenco de habilidades fundamentais de um bom professor: sabe o que faz, sabe fazer, planeja e executa o que foi planejado, domina os instrumentos de trabalho, modela os comportamentos e habilidades que ensina, e estimula os alunos a participar o tempo todo, sem perder o fio da meada.

O programa conta com um professor assistente, o personagem invisível chamado “o Voz”, que tem três papeis principais: modela a prosódia e a fluência de leitura; reforça princípios básicos do comportamento e aprendizagem com suas frases repetitivas que se tornam importantes lembretes para as crianças; e executa algumas tarefas, introduzindo variedade e novidade na sua condução.

​Mas a sensação fica por conta dos quatro bonecos, que desempenham um papel fundamental no modelo de teleaulas criado pelo Instituto Alfa e Beto. Na verdade, seu papel é duplo: como alunos, são protagonistas de todo o processo de aprendizagem e constituem modelo e exemplo de alunos motivados, interessados e perspicazes, que adoram brincar com as palavras e não se curvam diante dos desafios.

Os bonecos protagonistas são alunos-modelo: inteligentes, perspicazes, vivos, curiosos, questionadores, disciplinados e ávidos por aprender. Mas eles também cumprem o papel de mediar a interação entre a professora e as crianças que estão do outro lado da tela. Em psicologia cognitiva, isso se chama função vicária – servir de exemplo, ponte e caixa de ressonância para os telespectadores.

Os bonecos têm sua personalidade própria. Alfa é um pouco mais circunspecto, um pouco mais sério. Beto é mais brincalhão, mais descolado. Ambos possuem uma linguagem própria de crianças dessa faixa etária, com estruturas sintáticas bastante definidas e fluência verbal que lhes permite interagir com desenvoltura com a professora e com o Voz, especialmente nas atividades de interpretação de textos e redação.

Apenas nas atividades de decodificação eles manifestam as dificuldades naturais de quem está aprendendo a ler. Mas, ao longo das aulas, vão melhorando sua proficiência de leitura – como é de se esperar numa boa classe de alfabetização.

Depoimentos sobre os protagonistas do Programa Alfa e Beto na TV:

. “As aulas na TV são como ter um professor em casa, ensinando a minha filha. Os conteúdos são bem explicados e estimulam as crianças a interagir com os dois professores e quatro bonecos do Programa”, diz Dielita Knaak, mãe da aluna Ludimila, da Escola Municipal Jacob Rech 2º, de Arroio do Tigre (RS).

. “Assisti junto com a minha filha Sofia ao Programa do Alfa e Beto na TV, no canal Rede Vida Educação. Adoramos! As cenas são bem organizadas, as imagens são ótimas e os exercícios, coerentes com a proposta. Nos divertimos com os personagens Alfa, Beto, Delta e Gama, e a Sofia já gravou os nomes deles”, diz Dayhane Paes, professora, Seropédica (RJ).

Como assistir ao Programa Alfa e Beto na TV