Município de Garça (SP) aplica avaliação diagnóstica em parceria com o Instituto Alfa e Beto em escola da sua rede de ensino

376
avaliação diagnóstica

Alunos do 2º ao 5º ano da Escola Professora Norma Mônico Truzzi, localizada na cidade de Garça (SP), participaram em junho de uma avaliação diagnóstica promovida pela Prefeitura em parceria com o Instituto Alfa e Beto.

Focada em Língua Portuguesa e Matemática e baseada na BNCC – Base Nacional Comum Curricular, a avaliação tem como objetivo avaliar as condições de aprendizado dos alunos após o período de suspensão das aulas presenciais devido à pandemia de covid-19.

De acordo com Míriam de Souza, diretora da escola, o trabalho começou com a conscientização dos pais sobre a importância da ação nesse período de retorno das aulas presenciais.

João Batista Oliveira explica a importância da avaliação diagnóstica no contexto da volta às aulas

“A maioria dos responsáveis entendeu a proposta e levou os filhos à escola para fazer o teste. O comparecimento foi alto. Mesmo alunos que ainda não estavam frequentando a escola presencialmente vieram fazer as avaliações”, diz.

Para a diretora, os testes são fundamentais para fazer um “retrato do aprendizado” em sua escola. “A testagem é o ponto chave para o reinício das aulas presenciais. Somente conhecendo a real situação dos nossos alunos é que saberemos que caminho seguir”, explica.

Os resultados dos testes permitem que professores e gestores tenham uma visão do nível de aprendizado de cada aluno, turma, série e escola. A partir do que é evidenciado nas avaliações, o Instituto Alfa e Beto também pode fazer sugestões de direcionamento pedagógico.

Município de Cachoeirinha (RS) realiza avaliação diagnóstica desenvolvida pelo Instituto Alfa e Beto em cerca de 2 mil alunos do 1º e 2º anos

Segundo a diretora, as turmas já estão colocando em prática o plano de recuperação baseado nos resultados da avaliação. “Agora temos todas as condições para ajudar mais os alunos e poder, assim, avançar com os conteúdos”, completa.

Distante 343 quilômetros da capital, a cidade de Garça, com pouco mais de 44 mil habitantes, é parceira do Instituto Alfa e Beto desde 2019 e implantou programas da pré-escola ao 5º ano.

Prefeitura de Boa Vista (RR), em parceria com o Instituto Alfa e Beto, realiza avaliação diagnóstica dos seus alunos do 2° ao 5° ano