Nota técnica revela o impacto da fluência de leitura na compreensão

176
leitura

Uma nota técnica divulgada pelos Institutos Alfa e Beto e IDados identificou que alunos que apresentam bons resultados em fluência de leitura também possuem melhor compreensão. A conclusão foi obtida após os pesquisadores verificarem que a associação entre esses dois fatores encontrada em uma cidade mineira pode ser replicada em outra amostra cearense.

Em 2019, alunos do 2º ao 4º ano da cidade de Sobral (CE) foram avaliados em fluência de leitura e compreensão. Recentemente, os pesquisadores analisaram dados de 512 alunos do 2º ao 4º ano de uma cidade mineira de grande porte. O resultado obtido corroborou que maior fluência de leitura se associa à melhor compreensão.

A nota é assinada pelo professor João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, e pela pesquisadora Isabella Starling, do mesmo Instituto, além do pesquisador Guilherme Hirata, do Instituto IDados.

Segundo os especialistas, essa relação entre fluência e compreensão pode ser explicada por alguns fatores. Alunos que apresentam melhor fluência, por exemplo, possuem a capacidade de identificação correta e automática de palavras e a prática na leitura de frases, de maneira a consolidar a velocidade e redução de erros na leitura.

Outras conclusões da nota técnica mostram que crianças que leram mais rápido cometeram menos erros nos testes de fluência. Ou seja, intervenções em fluência de leitura têm potencial de serem generalizadas para outras habilidades de leitura e são essenciais para criar condições adequadas para a compreensão do que se lê.

Confira a nota técnica completa aqui.