Baixe aqui “Eleições 2022: a Educação na encruzilhada”

498
educação na encruzilhada

Com o objetivo de apresentar um conjunto de reflexões e propostas sobre educação e indicar caminhos para os atuais candidatos aos governos estaduais e federal, o Instituto Alfa e Beto produziu o relatório “Eleições 2022: a Educação na Encruzilhada”, embasado em diagnóstico feitos pelo Instituto IDados.

Baixe de maneira gratuita o relatório “Eleições 2022: a Educação na Encruzilhada” preenchendo o formulário ao final da matéria.

De acordo com o professor João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto e autor do documento, a trilha que a educação brasileira tomou nos últimos anos levou a expansão da oferta de ensino, mas os resultados são ruins, com custos crescentes e pouco impacto na produtividade do país.

“O que muda a vida das pessoas e da sociedade é o que acontece dentro da escola e ajuda o aluno a aprender. A política só contribui se mudar e melhorar o que acontece na sala de aula. Por isso, apresentamos aqui, com base em dados e evidências, uma visão alternativa ao que é comumente discutido sobre educação no Brasil”, diz o texto.

O relatório “Eleições 2022: a Educação na Encruzilhada” é dividido em quatro partes. A primeira contextualiza o debate relacionando as eleições com o momento que o país vive. Já a segunda parte traz um diagnóstico do cenário brasileiro e mostra os possíveis novos caminhos. Na terceira parte, apresenta propostas de âmbitos estaduais e federal tendo a escola como foco. Por fim, na quarta parte, detalha os principais dados obtidos pelo Instituto IDados, como o novo perfil demográfico, os casos do Ceará e Maranhão e o desempenho dos alunos nas redes estaduais e municipais.

Outros assuntos abordados pelo relatório com base nos diagnósticos feitos pelo Instituto IDados incluem a necessidade de se reformar a reforma do ensino médio, introduzindo alterações cirúrgicas e bem calibradas na atual legislação; elaboração de um currículo competente e compreensível; recuperação das estratégias e instrumentos de avaliação, com exames diversificados para o ensino médio, entre outros temas.

“Aproximam-se as eleições de 2022 e, portanto, os debates. Os candidatos terão duas opções: discutir os grandes e infindáveis temas da educação ou tratar das questões que efetivamente podem melhorar o que acontece dentro da escola. Esperamos, com essa iniciativa, contribuir com dados, evidências e propostas para o seu programa de governo na área de Educação, e nos colocamos, desde já, à disposição para explicar, discutir e aprofundar os pontos abordados”, conclui o professor João Batista Oliveira.

Clique aqui e baixe o relatório “Eleições 2022: a Educação na Encruzilhada”.