Em artigo publicado na Folha de S. Paulo no último domingo, João Batista Oliveira comenta sobre o Fundeb e os desafios do financiamento da educação

Segundo o presidente do Instituto Alfa e Beto, a ideia de recursos vinculados para a área da educação é vista como inadequada por muitos estudiosos de finanças públicas.

Em artigo publicado na Folha de S. Paulo no último domingo, dia 4 de agosto, o presidente do Instituto Alfa e Beto, professor João Batista Oliveira, comenta acerca do Fundeb e dos desafios para o financiamento da educação no Brasil.

Segundo João Batista, a ideia de recursos vinculados para a área da educação é vista como inadequada por muitos estudiosos de finanças públicas. Além disso, o país encontra-se diante de uma significativa redução da demanda por vagas nas escolas, devido às mudanças demográficas.

Dessa forma, o professor também alerta para a questão previdenciária: “A quase totalidade dos estados e municípios mais populosos apresenta déficits previdenciários gigantescos, sendo que uma parcela significativa desse déficit está associada à aposentadoria e pensões de professores”, explica.

Por fim, João Batista defende que o debate sobre o financiamento da educação precisa ser aprofundado e é importante que “a sociedade reflita sobre a origem das desigualdades e as forças que lutam para preservá-las”.

Clique aqui para ler ou veja a matéria na íntegra abaixo.

João Batista Oliveira

Compartilhe este Artigo

Se você gostou desse artigo, por favor, tome um segundo para compartilhá-lo.