Loading...

Blog

“A fluência de leitura deve ser trabalhada desde cedo, com os pais lendo para a criança”, diz João Batista Oliveira no segundo vídeo da série sobre “Fluência de Leitura”

Presidente do Instituto Alfa e Beto explica que o desenvolvimento da fluência de leitura começa cedo, com os pais lendo com os filhos, e se estende pela alfabetização e as séries seguintes.

No segundo vídeo da série sobre “Fluência de Leitura”, João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, comenta sobre as séries escolares em que o tema da fluência de leitura deve ser trabalhado. “Isso deve começar desde cedo, com os pais lendo para a criança. Passado o processo de alfabetização e a consolidação sobretudo no segundo ano, é preciso que haja uma continuidade do processo ao longo dos anos. Pelo menos até o sexto ano”, explica.

No vídeo, João Batista também aborda a questão dos testes padronizados. Para ele, os testes de fluência de leitura precisam avaliar a quantidade de palavras por minuto que o aluno lê, a prosódia (entonação ao falar) e a quantidade de erros durante a leitura.

O especialista lembra, ainda, que o Instituto Alfa e Beto tem livros que foram desenvolvidos para auxiliar os alunos a desenvolver a fluência de leitura: “O Instituto Alfa e Beto tem livros específicos chamados livros decodificáveis, que têm como função específica o desenvolvimento da fluência de leitura. Esse desenvolvimento é um exercício bastante lento, que exige bastante repetição e treinamento ao longo do tempo”, acrescenta o professor João Batista Oliveira.

Assista ao segundo vídeo da série clicando aqui.

Já o primeiro vídeo desta série pode ser visto aqui.

Comente

Deixe uma resposta



Fique bem informado

Receba novidades do Alfa e Beto no seu e-mail.