Loading...

Blog

Alfabetização: a escrita e os gêneros literários

Quando o aluno lê uma história que começa por “Era uma vez”, deve aprender que essa história terá um final feliz, além de ter uma série de outras características relacionadas com o gênero “contos tradicionais”.

No processo de alfabetização, a escolha de gêneros que o aluno vai escrever deve obedecer a dois critérios principais. O primeiro diz respeito ao nível de dificuldade – ou seja, o professor deve propor tipos mais simples antes dos mais complexos. O segundo considera a relevância, ou seja, o aluno deve escrever textos mais imediatamente relevantes ao seu quotidiano.

Quando o aluno lê uma história que começa por “Era uma vez”, deve aprender que essa história terá um final feliz, além de ter uma série de outras características relacionadas com o gênero “contos tradicionais”. Quando se depara com a “Lenda da Mandioca”, a palavra lenda já deve sinalizar que se trata de um texto que geralmente envolve seres humanos e apresenta uma explicação de caráter sobrenatural para os acontecimentos.

Quando vê uma notícia, deve saber que se estará tratando de um acontecimento e se dando detalhes sobre como, onde e quando ocorreu. Enfim, para poder escrever o aluno precisa ter consciência de que os textos possuem:

  • Uma audiência, um leitor a quem se dirigem. Isso requer que o texto seja compreensível e adequado a esse leitor.
  • Um propósito comunicar, explicar, informar etc.
  • Características próprias do gênero, e que o gênero normalmente decorre da audiência, do propósito e do veículo, local ou “portador” do texto.

Essas características ajudam a definir estrutura, sequência, personagem, ambiência onde se situa o texto. Além disso, a leitura frequente de textos deve levar o aluno a ter clareza de que todo texto:

  • Tem princípio, meio e fim.
  • Requer um planejamento prévio antes de ser escrito e uma revisão antes de ser divulgado.
  • Deve ser comunicado, ainda que somente ao próprio escritor (um diário pessoal) ou ao professor (no caso de textos elaborados para fins didáticos) ou para demonstrar conhecimentos (como no caso de uma prova escolar).

Texto baseado no livro “ABC do Alfabetizador”, escrito pelo professor João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto.

Comente

Deixe uma resposta



Fique bem informado

Receba novidades do Alfa e Beto no seu e-mail.