Loading...

Blog

Escolas de Sobral (CE) participam de um experimento sobre fluência de leitura com base nos livros da Coleção Leituras

A cidade já utiliza materiais didáticos do Instituto Alfa e Beto há mais de 15 anos em diversos níveis escolares.

Um grupo de escolas de Sobral, município cearense com melhor desempenho na Prova Brasil, está utilizando, de forma experimental, a Coleção Leituras para o Ensino Fundamental I, da Alfa e Beto Soluções. A coleção é formada por 100 livros que abrangem cinco áreas do currículo: Ciências, História, Geografia, Artes e Literatura.

O experimento inclui 24 escolas, sendo 12 do grupo experimental e 12 do grupo de controle, sorteadas aleatoriamente dentre as escolas públicas municipais. Participam do experimento turmas do 2o ao 4o ano.

A cidade de Sobral já utiliza materiais didáticos do Instituto Alfa e Beto há mais de 15 anos em diversos níveis escolares, e agora está utilizando também a Coleção Leituras, de livros paradidáticos, nas turmas do 2° ao 4° ano.

Leia também: Escolas de Viamão (RS) comemoram avanços no aprendizado dos seus alunos com programas do Instituto Alfa e Beto

Os livros da Coleção Leituras têm uma linguagem clara, simples e descontraída, que contribui para despertar e incentivar o interesse das crianças pela leitura. Também obedecem a uma estrutura e sequência de complexidade crescente, tanto do ponto de vista de vocabulário quanto de sintaxe.

Segundo Chandlar Brea Pimentel de Sousa, coordenadora pedagógica da Escola Raimundo Pimentel Gomes, em Sobral, projetos como a Coleção Leituras fazem a diferença na sala de aula: “O Instituto Alfa e Beto sempre somou bastante no nosso município, tendo um importante papel nos esforços para desenvolver a fluência de leitura dos nossos alunos. Essa parceria de agora é muito interessante para nós. Os professores e alunos abraçaram o projeto e já estamos vendo resultados”, diz.

Para fins do experimento, as intervenções com a Coleção Leituras nas escolas de Sobral ocorrem três vezes por semana. O projeto começou a ser implantado em abril de 2019 e é objeto de uma pesquisa de avaliação de impacto, realizada pela consultoria IDados, que vai medir os resultados ao final do período estabelecido (seis meses).

Antonia Tainá Silva de Azevedo, coordenadora pedagógica da Escola Elpídio Ribeiro da Silva, destaca a importância da Coleção Leituras na formação escolar: “Os livros do Alfa e Beto têm um vocabulário riquíssimo, e os nossos alunos adoram utilizá-los. Tenho certeza de que vamos avançar cada vez mais na fluência de leitura, pois os livros são muito bem elaborados”, explica a coordenadora.

Já a coordenadora pedagógica Ana Célia Dias da Silva, da Escola Deliza Lopes, associa o projeto ao desenvolvimento pelo gosto da leitura: “Minha filha foi alfabetizada com o material do Alfa e Beto e, por meio do método fônico, foi estimulada a ter o gosto pela leitura. Hoje, ela tem 17 anos e adora ler. Além disso, a nossa escola recebe crianças de outras cidades com dificuldades de aprendizado, e mesmo assim, conseguimos progressos usando os materiais de alfabetização do Instituto Alfa e Beto”, relata.

Comente

Deixe uma resposta



Fique bem informado

Receba novidades do Alfa e Beto no seu e-mail.