Loading...

Blog

Estratégias para ensinar a decodificar

Segundo estudos, os métodos mais eficazes proporcionam o ensino sintético, sistemático e explícito das relações ente fonemas e grafemas.

Decodificar envolve usar as regras de conversão próprias ao sistema alfabético, ou seja, a conversão de letras em sons. Existem inúmeras estratégias para ensinar a decodificar usando o princípio alfabético – ou seja, o que permite relacionar fonemas com letra para identificar o som das palavras. As mais conhecidas são:

Fônica sintética

Os alunos aprendem a converter letras e combinações de letras em sons e a misturar sons para formar palavras.

Fônica analítica

Os alunos aprendem a analisar relações entre letras e sons a partir de palavras conhecidas. Eles não aprendem os sons isoladamente.

Fônica analógica

As crianças aprendem a usar parte de famílias de palavras para identificar palavras novas com partes semelhantes às palavras já conhecidas.

Fônica através da escrita

Os alunos aprendem a analisar (decompor) palavras em fonemas e a formar palavras escrevendo as letras que representam os fonemas.

Fônica contextualizada

Os alunos aprendem relações específicas entre letras e sons a partir da leitura de textos. Este método não permite o ensino sistemático ou explícito, pois um texto apresenta diferentes relações entre letras e sons.

Fônica por silabação

Os alunos aprendem a identificar o som da primeira consoante com a vogal, até formar a palavra.

Esses métodos não oferecem resultados idênticos. Segundo estudos, os mais eficazes são aqueles que proporcionam o ensino sintético, sistemático e explícito das relações ente fonemas e grafemas e ensinam um número razoável de correspondências entre fonemas e grafemas.

Comente

Deixe uma resposta



Fique bem informado

Receba novidades do Alfa e Beto no seu e-mail.