Como melhorar a educação? Estudo desenvolvido por João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, é destaque no jornal Valor Econômico

Diagnósticos e propostas apresentadas no Relatório “Para desatar os nós da educação – Uma nova saída” foram fonte para matéria no Valor.

Em artigo publicado no Valor Econômico, na última terça-feira, 10 de setembro, o jornalista Hugo Passarelli destacou os diagnósticos e propostas apresentados no relatório “Para desatar os nós da educação – Uma nova saída”, elaborado por João Batista Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, e apresentado no início desta semana no Insper.

Leia também: Relatório “Para desatar os nós da educação – uma nova agenda” será apresentado nesta terça, 10/09, em evento no Insper, em São Paulo

Um dos pontos centrais destacados pelo jornalista é o fato de que a mudança demográfica que está em curso no Brasil irá reduzir a demanda por escolas: “Cada série deverá ter 500 mil alunos a menos até 2040.

Além disso, mais de 60% dos professores em atividade poderiam se aposentar nos próximos dez anos, o que abriria uma janela para alterar a carreira  dos novos entrantes”, afirma o jornalista com base nos dados do documento.

De acordo com João Batista Oliveira, também é fundamental criar uma carreira mais atrativa e que selecione os profissionais mais qualificados para a docência.

Leia o artigo clicando aqui ou abaixo:

Melhorar a educação

Compartilhe este Artigo

Se você gostou desse artigo, por favor, tome um segundo para compartilhá-lo.