Em artigo no jornal A Tarde, João Batista Araújo e Oliveira comenta os resultados da prova Brasil na Bahia

Em artigo publicado, na última sexta-feira, no jornal A Tarde, de Salvador, o presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Oliveira, comentou sobre os resultados da Prova Brasil no país e na Bahia. Para ele, o estado cresceu abaixo da média nacional desde o início da Prova Brasil, em 2005. “Há poucos casos de sucesso – estados que deram saltos de qualidade significativos. Nas séries iniciais do ensino fundamental, isso ocorreu no Ceará, São Paulo, Acre e Piauí; nas séries finais do ensino fundamental, no Ceará e Tocantins; e, no ensino médio, em Pernambuco, Goiás e Tocantins. Isso ilustra os desafios de melhorar a qualidade da educação significativamente, e, nos melhores casos, as melhorias se deram de forma localizada e com impacto moderado. A razão: “a base é fraca, não se constrói castelo em cima de areia.”, completa o professor. 

 

Confira o artigo na íntegra: 

 A TARDE - 31 AGO 18 - Prova Brasil e a educação na Bahia (1)

 

 

Compartilhe este Artigo

Se você gostou desse artigo, por favor, tome um segundo para compartilhá-lo.