Educação Infantil: evidências científicas e melhores práticas

Educação infantil não é brincadeira de criança, é brincadeira de gente grande. O nome do jogo é interação. É disso que tratou o IV Seminário do Instituto Alfa e Beto, cuja publicação disponibilizamos agora. 

Entre as questões abordadas, estão:

  • A educação infantil faz diferença no desenvolvimento infantil?
  • Frequentar uma instituição de educação infantil faz diferença para quem? Para os mais ricos, mais pobres, mais velhos ou mais novos?
  • Creches e pré-escolas impactam o desenvolvimento da criança de forma igual? Faz diferença quando a criança começa a frequentar uma instituição de educação infantil?
  • Frequentar uma creche em tempo integral ou tempo parcial faz diferença?
  • E quando os pais educam os próprios filhos em casa? E se forem as babás? E se forem os avós? Isso faz diferença?
  • O que é considerado “qualidade” em educação infantil? Como se avalia isso?
  • Qual o impacto das instituições de educação infantil no desenvolvimento dos fatores relevantes para a entrada na escola? Que fatores são esses?
  • Em que consiste o “controle executivo” e por que ele é tão importante no desenvolvimento infantil?
  • É importante ler para crianças? Por quê?
  • Como os pais e educadores devem conversar com as crianças?
  • Criança pequena é capaz de aprender matemática? O que ela consegue aprender? Como desenvolver essas competências?
  • Ter um currículo é importante para uma instituição de educação infantil?
  • E por fim, o que significa “interação de qualidade”? O que caracteriza a qualidade de uma interação?

As respostas aqui apresentadas a essas e muitas outras perguntas do leitor são baseadas em evidências científicas ou levantadas pelos autores, ou revistas pelos mesmos.

Leia o ebook na íntegra e, para fazer o download, preencha o formulário ao lado:

Compartilhe este Artigo

Se você gostou desse artigo, por favor, tome um segundo para compartilhá-lo.

Assuntos relacionados

Comente

Os comentários estão desativados.