Sugestões para aprimorar o Ensino Médio

Nota do Instituto Alfa e Beto:
Esse artigo complementa a participação do presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Araujo Oliveira, na Audiência Pública da Comissão Mista do Senado Federal de 23/11/2016 que trata da M.P. 746/2016.

Antes de apresentar minhas sugestões quero dizer que sou a favor da aprovação da Medida Provisória do Ensino Médio. Mesmo estando cheia de impropriedades e contrabandos, a lei representa um avanço, especialmente pelo fato de reintroduzir o Ensino Médio técnico.

Li praticamente todas as intervenções feitas nas sessões anteriores e neste momento concentro minha contribuição em três itens: (I) uma proposta simples e objetiva para lidar com a questão da diversificação e das opções, (II) um comentário sobre a proposta de estender a carga horaria e (III) uma sugestão para aprimorar a estratégia de promover o regime de tempo integral.

Todas essas observações são feitas tendo em vista (I) o que considero melhor para o aluno, (II) o que me parece viável do ponto de vista econômico para a sociedade, para o setor público e também para o setor privado. Em outro documento que hoje publiquei no Congresso em Foco (disponível em www.alfaebeto.org.br) apresento outras sugestões sobre o financiamento do Ensino Médio técnico e a participação do setor produtivo.

Leia o artigo completo abaixo ou preencha o formulário ao lado para efetuar o download:

Compartilhe este Artigo

Se você gostou desse artigo, por favor, tome um segundo para compartilhá-lo.

Assuntos relacionados

Comente

Os comentários estão desativados.