Brasil no Pisa: ainda pior

Nota do Instituto Alfa e Beto:
Este artigo foi publicado originalmente no jornal Folha de S. Paulo

Há exatos sete dias, eu fazia neste espaço algumas observações sobre os resultados desastrosos que o Brasil obteve na última edição do Pisa, o exame internacional de avaliação de estudantes. Bem, a situação pode ser ainda um pouco pior do que parecia.

Ao longo da semana, o assunto foi debatido em blogs de especialistas como Simon Schwartzman e João Batista Araujo e Oliveira e surgiram não poucas dúvidas sobre a tímida melhora que o Brasil registrou. A pergunta mais fundamental foi colocada pelo próprio Simon: por que só em matemática? Por que não observamos avanços semelhantes também em leitura e ciência, as outras áreas avaliadas pelo Pisa, como seria de esperar se a educação brasileira estivesse melhorando de forma razoavelmente consistente?

O jornal Folha de S. Paulo não premite a reprodução de seu material. Para ler o artigo completo, clique aqui.

Compartilhe este Artigo

Se você gostou desse artigo, por favor, tome um segundo para compartilhá-lo.

Assuntos relacionados

Comente

Os comentários estão desativados.