eBook gratuito: Fraturas na Base: Fragilidades estruturais da BNCC

3966
fraturas na base
Esta é a Base Curricular de que precisamos?

 

Organizado por João Batista Araujo e Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, livro “Fraturas na Base – Fragilidades Estruturais na BNCC”, lançado nesta quarta, 1º de agosto de 2018, reúne análises de especialistas sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O livro pode ser baixado gratuitamente, basta preencher o formulário no final deste artigo.

Currículos constituem um dos pilares institucionais de um sistema educativo. Durante muitos anos, enquanto as nações mais desenvolvidas se debruçavam sobre este desafio, o Brasil se furtou a estabelecer os conhecimentos mínimos e necessários para que todos os alunos alcançassem um patamar satisfatório na educação básica.

Agora, temos a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Porém, para um grupo de especialistas, reconhecidos pelo rigor e olhar crítico que reservam à BNCC desde o início de sua elaboração, o documento apresenta fraturas graves que decorrem de um processo equivocado e cujas consequências podem ser desfavoráveis para o desenvolvimento da educação no país.

É sobre isso que trata o livro Fraturas na Base. O objetivo da publicação é permitir uma reflexão sobre as bases da BNCC e expor algumas de suas graves fragilidades, que, na visão do presidente do Instituto Alfa e Beto, comprometem sua possibilidade de êxito. E, como é do estilo do autor, propor caminhos para aprimorar o que pode ser aprimorado e refazer o que preciso ser refeito.

Além de uma introdução que resume a essência das mensagens, o livro traz quatro artigos que analisam em detalhe as bases da Educação Infantil, Alfabetização, Ensino Médio e Ciências. Com argumentos sólidos, a publicação também contém elementos e exemplos do que poderiam ser caminhos adequados para estabelecer currículos que efetivamente promovessem avanços na educação do país. O livro também revela as tentativas frustradas do autor – e dos grupos dos quais participou – para provocar debates durante o processo de elaboração da BNCC.

O texto é crítico, mas construtivo – o propósito é mostrar os problemas, as fraturas e suas possíveis consequências, mas, ao mesmo tempo, apresentar modelos e propostas com base em evidências. Ainda que analise algo considerado inadequado e inconsistente, o livro não é um exercício de pessimismo.

Trata-se de um livro destinado a diferentes públicos. Para fins imediatos, ele se destina aos responsáveis pelos sistemas educativos e redes de ensino – especialmente secretários estaduais e municipais de educação, e suas equipes que se encontram diante da tarefa de implementar a BNCC – Base Nacional Curricular Comum. Mas a publicação também se destina a pesquisadores, acadêmicos, estudiosos e intelectuais em geral, interessados em analisar a questão com alguma distância e grau de isenção. Também aqui se incluem profissionais que costumam refletir criticamente sobre suas práticas e as de seus colegas. E, de modo especial, destina-se a jornalistas dedicados ao jornalismo investigativo.

A BNCC está aprovada. Nada impede que um estado ou município elabore orientações adequadas para suas escolas. Mas para isso terá de fazer um esforço gigantesco e se valer de bons profissionais com experiência na elaboração de documentos desta natureza. Como ficou evidente nesses anos de elaboração da BNCC, esse é um bem escasso em nosso país.

Lançado pela editora do Instituto Alfa e Beto, o livro pode ser baixado gratuitamente no site preenchendo o formulário abaixo: