Loading...

Ciclo de Seminários Internacionais

Reforma Educativa – Novos caminhos

Ciclo de Seminários Internacionais

Realizado pelo Instituto Alfa e Beto em parceria com a Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados e a Confederação Nacional do Comércio.

Neste Seminário, foram tratadas as evidências a respeito do êxito de reformas educacionais: suas características comuns, seus processos usuais e os fatores que estão sistematicamente associados ao sucesso das reformas. Além de rever estudos sobre o tema, o Seminário analisou em profundidade os casos das reformas educativas do Chile, Coreia do Sul e Irlanda.

Uma das conclusões mais importantes é que o produto final de uma reforma bem sucedida coincide com o que sabemos sobre escolas eficazes. Ou seja, uma reforma é bem sucedida quando os governos criam condições para que, pela regra criada, toda escola possa ser eficaz. Isso não significa que todas as escolas serão excelentes, mas que todas podem conseguir e efetivamente conseguem oferecer um ensino de qualidade para todos.

Que lições tirar dessas experiências? A lição mais importante, e talvez a mais imediata, é refletir, à luz dos ingredientes das reformas de sucesso e dos processos comuns às várias reformas, se o Brasil, com seus planos de educação e miríades de ideias que circulam por aí, se encontra em vias de reformar a sua educação.

 

Leia a seguir a publicação síntese deste Seminário. Para fazer o download, clique aqui. 

Palestrantes

Seminarios_Stephen Heyneman

Stephen Heyneman

Universidade de Vanderbilt

Professor e pesquisador da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, trabalhou no Banco Mundial por 22 anos. Durante sua carreira, ajudou a desenvolver estratégias para a melhoria da qualidade da educação nos Estados Unidos e foi responsável pelo treinamento de elaboradores de políticas públicas na área de educação do mundo todo. Trabalhou com política educacional no Oriente Médio, no norte da África e em mais 27 países da Europa e da Ásia Central. Em 1998, assumiu o cargo de consultor internacional em uma empresa privada americana e, em 2000, foi nomeado professor em Vanderbilt. É graduado em ciências políticas pela Universidade da Califórnia em Berkeley, tem mestrado em assuntos africanos pela mesma universidade e é Ph.D. em educação comparada pela Universidade de Chicago.

Seminarios_Chong Jae Lee

Chong Jae Lee

Comitê Científico Regional da Ásia e Pacífico

Foi presidente do Korean Education Development Institute e professor do Departamento de Educação da Universidade Nacional de Seul. Ph.D em Educação pela Florida State University, nos Estados Unidos, é membro do Comitê Científico Regional da Ásia e Pacífico; do Subcomitê de Educação da Comissão Nacional Coreana para a UNESCO e Vice-Presidente do Conselho de Membros da Comissão de Educação da OCDE. É autor de publicações nas áreas de reforma educacional; sistemas e planos de educação; administração educacional; economia e educação e gestão da educação superior.

Seminarios_Aine Hyland

Áine Hyland

Universidade de Cork

Professora de Educação e Vice-Presidente da Universidade de Cork, Irlanda. Ocupou o cargo de Vice-Presidente do Conselho de Pesquisas para as Ciências Sociais e Humanas, da Irlanda, e é autora de inúmeras publicações sobre políticas e práticas educacionais. Durante 25 anos chefiou ou participou de inúmeras Comissões de Educação na Irlanda. Foi membro do Programa Institucional de Avaliação da Associação Europeia de Universidades e coordenou a rede de instituição de educação superior do Programa Institucional de Liderança a Fundação Carnegie para o Avanço do Ensino e Aprendizagem.

Seminarios_Simon Schawartzman

Simon Schawartzman

IETS

Pesquisador do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (IETS), já foi presidente do IBGE e diretor para o Brasil do American Institutes for Research. Trabalhou como professor e pesquisador na Fundação Getúlio Vargas, na Financiadora de Estudos e Projetos e no Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro. Foi professor de ciência política da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). No exterior, foi, entre outros, pesquisador visitante do Woodrow Wilson International Center for Scholars (1978), “Tinker Professor of Latin American Studies” na Columbia University (1986), professor visitante na School of Education e Center for Studies on Higher Education, the University of California, Berkeley (1985), professor da cátedra Joaquim Nabuco de Estudos Brasileira da Stanford University (2001), e pesquisador visitante na École Pratique des Autes Études in Paris (1982/3), no Swedish Collegium for Advanced Study in the Social Sciences em Uppsala (1986), no St. Anthony’s College, Oxford (1994), e no Centre for Brazilian Studies, Oxford (2003). No primeiro semestre de 2004, foi professor visitante de Departamento de Sociologia da Universidade de Harvard. Seus primeiros trabalhos tratam de temas de desenvolvimento político em uma perspectiva histórica e comparada, com ênfase no Brasil. Depois, passou a se dedicar aos temas relativos aos aspectos sociais e políticos da produção do conhecimento na ciência, tecnologia e na educação; mais recentemente, tem se interessado pelas questões de pobreza e política social.

Seminários Recentes



Fique bem informado

Receba novidades do Alfa e Beto no seu e-mail.